..

Eu gostaria de poder entender
Tentar ver
E sentir
O porque de você fazer tudo isso
Querer me ver sofrer
Me ridicularizar
Tentar sempre me consertar
Gritar para todo mundo ouvir
O quanto você me odeia
O quão estranha eu sou
O quanto eu não sou parecida com você
A “demais”
E quanto, segundo você, eu sempre serei
Aquela menina feia
De cabelo gigante e mau cuidado
Mega nerd
Sem amigos nem companhia
Só meias de bichinho
E a melancolia
De ter que carregar o fardo de ser a mais ridícula e zoada da escola
O por que das fotos
E dos comentários ofensivos
Os tweets raivosos
Queria saber o que eu te fiz
(além de nascer sendo uma estranha, é claro)
Para fazer você me odiar tanto
E querer fazer com que todos façam o mesmo
Sintam a mesma amargura
E queiram me magoar ainda mais
Não somos mais garotinhas da sexta série
Então, por que você continua agindo como uma?

Anúncios

Inutilidade(?)- me

Image

 

Eu tenho certo medo

Receio

De escrever um texto belo

Sobre uma sensação magnífica

Feliz

E estar, desse modo,

Sendo infiel com quem eu realmente sou

Na maior parte do tempo

Da vida

Por fazer com que eu tenha raiva

E inveja de mim mesma

Por estar bem naquele momento

Mas sempre me sentir um lixo:

Descartável, Imprestável, Inútil

 

De R para R 2

Sempre teremos aquela pessoa marcante nas nossas vidas. É claro que pode ser mais de uma e ela nem sempre é relacionada ao aspecto amoroso.
E ela ou ele, nos toca de tal forma que muitas vezes esquecemos de como éramos antes de conhecê-lo, o quanto mudamos, quanto o tempo corre quando se está junto e quanto esses anos, meses, dias separados devido brigas estúpidas, ciúme obsessivo e medo infantil, tornam-se o pior de nossas vidas. Os mais angustiantes, solitários e depressivos de nossa existência.
Você começa a se identificar com todas essas músicas tristes disponíveis para qualquer um que tiver internet (ou não), seus horários tornam-se desregulados, passa noites, dias, tardes, o que for acordada, pensando, repassando, tentando consertar e mudar aquela idiota que você foi e que, infelizmente, talvez continue sendo até agora.
E toda aquela sensação, aquele sentimento de orgulho e decepção consigo mesma depois de um tempo, porque, quem pode confirmar que ele ou ela sente tanto a sua falta assim? Que ainda quer voltar no tempo? Que sente o mesmo que você?
Muitas vezes, estamos sozinhos nessa jornada, muitas vezes, somos substituídos, muitas vezes, você idealizou demais essas memórias, muitas vezes, você não significou tanto por não ter sido aquela garota compreensiva, carinhosa, menos grossa, mais controladora da sua TPM constante, uma melhor amiga, namorada, ficante etc, muitas vezes, essa sua pessoa tão importante pode ter mudado e se tornado alguém que você odeia, alguém que ela prometeu nunca se tornar.
Muitas vezes, infelizmente, as coisas não tem que ser consertadas, não tem que mudar. Muitas vezes, você vai ter que ficar sem essa pessoa e ir aceitando aos poucos isso.
Sozinha.
Para sempre.

Sonhos de conto de fada

Image

 

Eu tenho o amor de uma garotinha

Afeto de menininha

Sonhos de conto de fada

Com um príncipe encantado

E uma fada madrinha

Que produz vestidos belíssimos

Sem complicações

Crises ou decepções

Apenas o garoto perfeito

O mais cobiçado do reino

Feito para você

Para mim

Para me salvar

E me amar

Enfim, ser felizes para sempre

E muito mais

Para você 8

Infelizmente, percebi agora
Que você realmente me marcou
Deixou uma cicatriz para não ser retirada por mais ninguém
Nem mesmo por você
O que raios você fez comigo?
Me fez gostar
Amar
Praticamente idolatrar
A banda que eu mais odiava
E tinha que odiar
Isso deve ser uma vingança por tudo o que eu lhe fiz
Ou pelo menos uma parte dela..

Little Diary 22- Prova de literatura

Image

Talvez sejam os hormônios a flor da pele

Ou a impressão

E a carência

Fruto do coração

Só sei que sinto uma vontade imensa

Intensa

De ter-lhe novamente em minhas mãos

E nos beijarmos apaixonadamente

Talvez até violentamente,

Em um dos cantos ou escadarias do colégio

Nós dois de mãos dadas

E sorriso no rosto

Para nos escondermos de tudo e de todos

Por breves minutos

Ou até mesmo segundos

E viver um romance só nosso

Digno da adolescência rebelde

Death Diary 7- Mais um dia de setembro

Image

Querido padrinho,

Queria dizer que você tinha razão e eu finalmente te entendo, compreendo a razão porque não quis mais lutar para viver.

Esse mundo é cruel demais. A vida é dura demais com pessoas como nós, que querem tanto ser felizes mas nunca tem a oportunidade de isso acontecer, simplesmente, nunca conseguem.

Quando não é uma coisa, é outra e, parece que nunca temos tempo para respirar, recuperar um pouco a compostura, se lembrar de qual realmente é o nosso objetivo aqui. Sempre aparece alguém, algo ou alguma circunstância que bagunça tudo e nos tira do eixo novamente.

Eu odeio tudo isso daqui, toda essa situação que eu me encontro, que, para todos os lugares que vou, sempre acabo me chocando, encontrando outra porta ou rua sem saída. E, por cima de tudo isso, odeio que não tenha nada que eu possa fazer para isso mudar.

Meu pai idiota ainda quer me proteger, curar as minhas feridas já profundas, secar essas lágrimas que mancham e cicatrizam meu rosto. Realmente, já era.

Pois, afinal, a garotinha já está totalmente quebrada.

Chorando ainda mais,

-R